… haja saco para aguentar tamanha pressão em cima dos dois… a genialidade do futebol que os dois praticam, desperta a furiosa inveja de “torcedores” de outros times… foi-se o tempo em que o futebol era praticado como um dos assuntos mais importantes dos assuntos meno importantes… se Garrincha jogasse hoje estaria perdido… seu maravilhoso futebol estaria sob a mira dos milhares de “técnicos” brasileiros… o mesmo aconteceria com Pelé… ninguém conseguiu tirá-lo do Santos FC durante sua carreira… só no finalzinho e mesmo depois de se aposentar da Seleção, foi para os Estados Unidos… o futebol já foi bem mais romantico e agradável de ser apreciado… não existiam os Ricardos Teixeiras… aliás os cartolas eram bem menos prejudiciais ao nosso futebol em geral… por isso mesmo, torço para que a cabeça desses dois gênios do futebol atual, não se deixem levar pelos comentários, nem pela pressão… continuem jogando o que sabem e basta… o que tem de jornalista chato na imprensa esportiva é um prato cheio… esses mesmos jornalistas que se voltem para assuntos muito mais importantes como por exemplo ficar na cola do Ricardo Teixeira, principalmente agora depois de sua entrevista na revista Piauí…