… meu Natal este ano foi o mais Cristão possível… comprei 6 rabanadas… essa foi minha Ceia… a mais Franciscana que conheço… um ano difícil e complicado… cheio de restrições, mas de conclusões também… tudo em busca do equilibrio pessoal… um ano de muito exercício da busca do equilibrio… da reenergização… da luta para sobreviver… no meio de tantas decepções e de alegrias também… não esperava ter que chegar a enfrentar tudo com tanta força de vontade… com otimismo sempre… esse ano não comprei presentes para ninguém… nem dei o caixinha aos funcionários do prédio… tentei ao máximo me despreender desse espírito consumista e fiquei concentrado no nascimento do nosso salvador Jesus Cristo… rezando para os mais necessitados… para um mundo melhor… para que tudo possa no próximo ano ser mais fácil de suportar… e o mais estranho de tudo é que estou me sentindo muito bem… sem correrias… tudo na mais Santa paz de Deus… em comunhão com o Universo… junto com o Tango (gato) da Keka que me deixou como um legado irmão… com a proximidade de sempre das minhas queridas filhas… e a lembrança dos que já se foram… que Deus nos ilumine a todos… amém…