… primeiro a ser inaugurado, o Castelão… prejuízo já na primeira rodada dupla… nem assim, com dois jogos lotou o estádio com capacidade para 64.000 pessoas recebeu cerca de 40.000 pagantes… sinalizando que a reforma estrutural onde gastaram 518 milhões (dava para construir um estádio novo) demonstrando total falta de planejamento… poderia ser um estádio com menor capacidade e custos mais modestos… já no  Mineirão os torcedores não ficaram tão contentes… para o clássico Cruzeiro x Atlético-MG, muitos problemas foram detectados, entre eles a falta de água para a torcida, bares fechados e falta de estrutura nos banheiros… por  uma decisão da Minas Arena, empresa que administra o Mineirão, os portões dos estacionamentos foram abertos apenas às 14h  que complicou o transito na região… outra situação grave foi a falta de estrutura… no intervalo, acabou a água… os bares estavam fechados… o governador Anastasia fez questão ainda de lembrar que a obra foi entregue a tempo e disse que, se tivesse atraso, os transtornos seriam maiores… “estamos tranquilos, o importante é que entregamos no prazo previsto… se tivéssemos atrasado e entregado em cima da hora, teríamos muito mais problemas”, finalizou (???)…