Era uma vez… um país onde tudo existe para ser maravilhoso… desde seu descobrimento hoje contestado pelos historiadores, até mesmo essa desordem que emperra o nosso progresso… o país do futuro (que nunca chega…). Não temos vulcões, nem furacões, nem mesmo terremotos. E, nem nevascas. Mas temos um caráter político mais do que duvidoso. Agora mesmo acabam de “chegar” doze maravilhosos “elefantes brancos” que irão dar uma dor de cabeça enorme aos seus tratadores. Uma espécie de zoológico onde em 30 dias tudo deve acontecer e deixar uma conta eterna à ser paga. “A vida é uma calamidade a prestações”, diria Oswald de Andrade. Já estamos pagando essa conta.

Nessa paranóia anunciada, o senhor Luis Inácio nos colocou a tudo e a todos no trem da alegria. Promessas foram feitas. Tudo mesmo sem se importar com a história e dar uma espiada como foi em 1950. Afinal quem quer saber do passado? As seis sedes de 50 dariam conta do recado. No máximo oito. Não era necessário dobrar o tamanho da encrenca. Seria muito mais inteligente e econômico. Mas, isso não daria votos. Resultado, menos de 30 dias da coisa toda e tudo o que é obra (Estádios, Aeroportos, Portos, etc.) além de já terem estourado os orçamentos, inacabadas. Um verdadeiro show de incompetência e de roubalheiras.

A vaidade humana é assustadora e terrível. O estado de coisas que estão nos transformando é muito sério. Esse 2014 é para ser riscado dos Calendários. Ano inclusive que afundaram com a Petrobras. E ninguém é responsabilizado. Ninguém sabe de nada. Ninguém vê nada.

Para piorar a coisa não aparecem novos líderes. Tudo como dantes no quartel de Abrantes… Esse modelo político morreu… Salve-se quem puder! Os camaradas encheram os seus bolsos e estão deixando a conta para nós. Prá variar. A inversão de valores é a tônica desse e de outros governos. Generalizo para evitar escrever mais. Brasil – A casa da mãe Joana… me desculpem as Joanas…

E pensar que tudo poderia realmente ser uma festa, como em 50 quando o Brasil necessitava aparecer aos olhos do mundo como uma realidade que se impunha. Apesar do Maracanazo. E agora em 2014, pelo jeito, vamos assistir a um Itaquerazo… Só que essa tragédia vai continuar e atingir 2016 com os Jogos Olímpicos. Onde os verdadeiros legados, os doze elefantes brancos deverão se juntar nesse zoológico surrealista aos seus colegas cariocas.

Como você quer pagar essa conta? É débito ou crédito?

elefante branco